google5249a4f34a492e14.html[google5249a4f34a492e14.htmsnippet assíncrono. BLOG DO DIDI : Setembro 2011

Visitantes On-line...

SEJAM BEM VINDO A MEU BLOG !


ACESSOS DO BLOG
Tenha seu Contador Grátis em www.CodigoFonte.net

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

BOA NOITE A TODOS!

A Palavra de Deus é uma resposta para a oração de muitas pessoas e é remédio que nos fortalece e nos cura, tanto a alma como o coração.

halo solar colore o céu no Centro-Oeste do País

Halo solar é observado no céu de Brasília. Fenômeno, típico na passagem do inverno para a primavera, é causado por nuvem de cristais de gelo que refratam luz solar  Foto: Marcello Casal Jr/Agência BrasilHalo solar é observado no céu de Brasília. Fenômeno, típico na passagem do inverno para a primavera, é causado por nuvem de cristais de gelo que refratam luz solar.

Cesta mais cara; preço da carne tem 100% de variação


CarneA cesta básica em João Pessoa custa em média R$ 149,18 de acordo com pesquisa de preço realizada esta semana pelo Procon Municipal. O valor tem como referência o menor preço encontrado em uma cesta composta por 25 itens para o consumo mensal de quatro pessoas.
 A maior variação foi verificada no fubá, que custa entre R$ 0,55 e R$ 1,99, uma diferença de 261,8%.
Em comparação com o levantamento anterior, feito no final do mês de agosto, o valor total da cesta teve um acréscimo de R$ 2,39. Já o aumento acumulado nos últimos dois meses chega a R$ 11,28.
Dentre os produtos pesquisados, os dois que tiveram a maior variação de preço foram duas marcas de fubá. Além de uma das marcas que variou 261,8%, outra teve 83,1% de diferença no valor cobrado. O menor preço do produto foi encontrado no Supermercado Manaíra, na Avenida João Câncio.
O café é produto com menor variação, já que uma das marcas tem apenas R$ 0,11 de diferença, o que representa 4,8%. O menor preço foi encontrado no Super Box Brasil, na Rua Otília Barros Medeiros, no Bessa.
No local, o pacote de 250 gramas custa R$ 2,19. De acordo com a pesquisa, o menor preço encontrado para o quilo do feijão aumentou R$ 0,30 e é comercializado a R$ 2,79. O menor valor foi encontrado no supermercado Bem Mais, na avenida principal dos Bancários.
Preço da carne tem até 100% de variação - O preço da carne comercializada em João Pessoa apresentou uma diferença de até 100,1% segundo o levantamento do Procon-JP.
Essa maior variação foi constatada no quilo da picanha nacional, que custa entre R$ 17,99 e R$ 35,99. O menor preço do produto foi verificado em três estabelecimentos. São eles o Super Box Brasil, o Bem Mais e supermercado La Torre, na Avenida Barão de Mamanguape, na Torre.
A segunda maior variação de preço da carne é a do quilo do filé bovino sem cordão, que custa entre R$ 25,89 e R$ 50,99, uma diferença de 96,9%. Seguindo a pesquisa do Procon, os consumidores podem economizar até R$ 25,10 a cada quilo do produto comprado. O menor preço foi encontrado no supermercado Santiago, na Avenida Barão de Mamanguape.
Para o frango a variação de preço também é alta e chega a 108,6% para o quilo da coxa e sobrecoxa, que é vendido R$ 4,79 a R$ 9,99, com o menor preço constatado no supermercado Extra, na Avenida Epitácio Pessoa.
O Procon-JP também pesquisou o preço do peixe e constatou uma variação de até 81,6% no quilo da cavalinha. Produto custa de R$ 5,50 a R$ 9,99, sendo o menor valor cobrado no Hiper Bompreço da Lagoa do Parque Solon de Lucena, no Centro da Capital. A pesquisa do órgão foi realizada em dez estabelecimentos

VEM AI...


Hebe se abala com volta do câncer, mas continua trabalhando


Embora a apresentadora garanta que o tratamento seja apenas preventivo, fontes próximas afirmam que o câncer voltou, sim.

De acordo com o ´Extra´, fontes revelaram que Hebe anda muito abalada com a situação. ´Ela estava feliz porque o cabelo já tinha crescido. E agora voltou a usar peruca. Desta vez, ela não tem tanta certeza da superação´, comentou.

A amiga da apresentadora ainda disse que no ano passado, quando descobriu a doença, Hebe sabia que tiraria de letra. 

´Agora, está assustada´, afirmou.

Prazo de inscrições será aberto de 3 a 28 de outubro. Salários variam de R$ 545 a R$ 2,1 mil.



Mais uma prefeitura do Sertão paraibano abriu vagas em concurso público. O edital de Princesa Isabel, localizada a 430 km de João Pessoa, disponibiliza 120 vagas com salários que variam de R$ 545 a R$ 2,1 mil para cargos do nível fundamental ao superior.
Estão abertas oportunidades nos seguintes cargos: pedreiro, eletricista, auxiliar de serviços gerais, agente administrativo, assistente social (programas sociais), agente comunitário de saúde, agente de endemias, auxiliar de atendimento (maqueiro), auxiliar de lavanderia, bioquímico, coveiro, enfermeiro, farmacêutico, fiscal sanitário, fisioterapeuta, fiscal de obras, fiscal de serviços urbanos, fiscal de tributos, gari, médico, médico veterinário, monitor, motorista “D”, nutricionista, odontólogo, operador de máquinas pesadas, porteiro, psicólogo (programas sociais), recepcionista, técnico em enfermagem, técnico em laboratório, técnico em Radiologia, técnico em Contabilidade, vigia e professor.
As inscrições custam R$ 38 para os cargos que exigem nível de escolaridade fundamental, R$ 52 para os cursos técnicos ou do magistério e R$ 73 para os cargos de nível superior.
Os candidatos podem se cadastrar das 9h do dia 3 de outubro às 23h59 do dia 28 de outubro, pelo site www.mettaconcursos.com.br ou de forma presencial na Secretaria Municipal de Educação, localizada na Avenida João Pessoa, no prédio do Banco do Brasil.
pb1

Cão de caça é flagrado sendo seguido por raposa no Canadá

A pesquisadora da Universidade de Montreal (Canadá) Mircea Costina fotografou uma cena curiosa em uma floresta ao norte da cidade. Ele flagrou um cão de caça farejando em uma trilha enquanto era seguido por uma raposa. O cão parecia muito perdido, já que andava apenas alguns centímetros à frente de sua presa, segundo o jornal inglês "Daily Mail".

Brasileiros trairiam suas mulheres com Ellen Roche, diz site



Brasileiros trairiam suas mulheres com Ellen Roche, diz site
Agora chegou a vez dos homens. Depois de eleger Rodrigo Lombardi como o "Ricardão" dos sonhos das mulheres, o site Ohhtel.com, especializado em encontrar amantes na web, resolveu ouvir a ala masculina.

Questionados sobre qual seria a amante ideal, entre famosas e lindas mulheres, Ellen Roche (a assistente de Rodrigo Lombardi em ´O Astro´), foi unanimidade. O site ouviu 5.697 brasileiros, dos Estados de São Paulo, Rio e Minas Gerais, dispostos a traírem suas mulheres. Confira o resultado da enquete na média geral de qual famosa seria a amante dos sonhos:


1º Ellen Roche, com 36% dos votos

2º Sabrina Sato, com 14%

3º Cleo Pires, com 13%

4º Juliana Paes, com 11%

5º Deborah Secco, com 9%

'Gretchen virou garçonete em café nos EUA'


Image
 
Gretchen deixou o país afirmando que faria uma turnê pelos Estados Unidos, onde “faz sucesso  e é muito querida”. Mas parece que as coisas não deram muito certo por lá. A cantora foi flagrada por um turista brasileiro trabalhando no Netto's Cafe, um estabelecimento especializado em comida brasileira em Orlando. Conforme a “Caras online” publicou, o tal turista postou as fotos no Facebook.

O agente da cantora, Neurandy Seixas, alega que Gretchen está se apresentando e trabalhando em cafés e pubs direcionados ao público brasileiro
.

Jornalistas do Correio da Paraíba são agredidos no Cariri




ImageUma equipe de reportagem do jornal Correio da Paraíba (Sistema Correio de Comunicação), foi hostilizada, ontem, durante a produção de uma matéria na Fundação Hospitalar de Soledade, no Cariri paraibano. Os acusados de agredirem os jornalistas são o coordenador da unidade, Aderaldo e o guarda civil Valmir Bispo. A equipe formada por um repórter, um cinegrafista e um motorista, chegou ao hospital para fazer a reportagem sobre atendimento a saúde publica no interior do Estado, assim como já havia feito em várias outras cidades do Estado. No entanto, a recepção em Soledade foi marcada por uma série de constrangimentos. A equipe foi impedida de entrar na Fundação, que é pública e ainda foram xingados pelos dois funcionários. Após o constrangimento, os jornalistas conseguiram o direito de entrar no hospital e concluir o trabalho. A equipe do Correio fez um Boletim de Ocorrência na delegacia da cidade e os acusados poderão responder pelo crime de constrangimento ilegal.

Os jornalistas chegaram ao hospital de Soledade por volta das 14h30. Eles já tinham passado por outras cidades como Serra Redonda, Massaranduba e Juazeirinho. Em todas essas cidades, a equipe foi bem atendida, porém em Soledade, a situação caótica do hospital e a ignorância dos dois funcionários foram fatores negativos para a imagem da cidade.

Segundo o motorista da equipe, Roberto Lima, que evitou falar mais para não atrapalhar a reportagem, ao chegar ao hospital, os três profissionais se identificaram e disseram motivo da reportagem, mas o coordenador Aderaldo não os deixou entrar e alegou estar estressado por conta da falta de médicos. “Nos identificamos, assim como é nossa obrigação e mesmo assim ele foi grosso e nos mandou ir embora porque não tínhamos o que estar fazendo lá.  Ele disse que estava muito estressado com os pacientes porque eles queriam médicos e o hospital não tinha e a nossa equipe estaria perturbando ainda mais ele. Nos dissemos que não tínhamos nada  a ver com a falta de médicos no hospital e depois chamaram um guarda municipal para nos expulsar do local. O guarda gritou conosco e ainda nos chamou de jornalistas medíocres e de empresinha pequena e ficou alegando que se fosse a empresa concorrente, eles deixariam entrar”, contou.

Após o constrangimento e os insultos sofridos, os jornalistas foram até a secretaria de saúde e após conversa com o secretario José Evanilson, ele pediu desculpas e mandou que os repórteres voltassem ao hospital e executassem a matéria. No hospital, a equipe do Correio da Paraíba constatou as irregularidades. “Não podemos adiantar o teor de nossa matéria, porque estamos apurando. A reportagem será publicada na edição do próximo domingo e lá todos poderão acompanhar o trabalho que fizemos em todas as cidades que o Coren no adiantou. Sobre o caso de Soledade, infelizmente fo um constrangimento, e cada vez mais percebemos que a imprensa enfrenta dificuldades para exercer seu trabalho. Temos direito de liberdade de expressão e além do mais, o hospital é público. Mas vamos deixar isso para justiça resolver”, afirmou o repórter Daniel Motta.

Os jornalistas prestaram queixa na delegacia de polícia civil e o Boletim de Ocorrência foi lavrado de acordo com o crime de Constrangimento Ilegal. 

Vem ai...

Ação requer bloqueio do FPM para pagamento de salários atrasados dos servidores


fotoPor conta do atraso de quatro meses no pagamento dos servidores municipais, o Ministério Público Estadual ingressou com uma Ação Civil Pública com pedido de liminar contra a Prefeitura de Carrapateira, na pessoa do prefeito José Ardison Pereira, requerendo o bloqueio do valor do débito proveniente do FPM (Fundo de Participação do Município), com vistas a garantir o pagamento dos salários em atraso dos servidores públicos do Município de Carrapateira.
O montante do débito chega a pouco mais de R$ 693 mil. A cidade fica distante cerca de 383 quilômetros de João Pessoa. 

Segundo informou o promotor de Justiça, Lean Matheus de Xerez, várias reclamações sobre a falta de pagamento dos salários dos servidores foram feitas junto à Promotoria de Justiça de Defesa dos Direitos Transindividuais. 

Consta na ACP que pelos documentos juntados aos autos durante o processo investigatório, constata-se que até o momento o prefeito do Município de Carrapateira, José Ardison Pereira, não efetuou o pagamento dos vencimentos de parte dos funcionários da Prefeitura, referentes aos meses de junho, julho, agosto e setembro deste ano.

Estão sem receber os salários os servidores públicos lotados no Gabinete do Prefeito, Secretaria de Finanças, Secretaria de Administração, Secretaria de Ação Social e Cidadania, Secretaria de Saúde, Secretaria de Educação e Cultura, Secretaria de Infraestrutura, Secretaria de Agricultura, Secretaria de Turismo e Gestão Ambiental e Secretaria de Esportes e Lazer.

“Foram colhidas declarações de vários servidores públicos do município de Carrapateira, constatando a grave situação em que se encontram em virtude do atraso no pagamentos seus salários”, ressaltou o promotor Lean Matheus de Xerez. 

Na ACP, o Ministério Público pede que o bloqueio permaneça até arrecadar valores suficientes para saldar toda a folha de pagamento do funcionalismo municipal, que se encontra em inadimplência.
Da Ascom do MPPB

    O cancão e as sementes do umbuzeiro

    A semente do umbuzeiro é uma das mais duras das plantas da caatinga. Poucos animais conseguem consumir estas sementes. Alguns animais, tais como, o cancão, a cutia e ratos silvestres, conseguem quebrar o endocarpo dos caroços de imbu e consumir a amêndoa, deixando as sementes impróprias para multiplicação. Ocancão consome até 46 sementes por dia. Este pássaro junta as sementes em um local, de preferência junto a uma pedra ou um pedaço de madeira e prende as sementes com o bico batendo com elas nas pedras ou pedaços de madeira. Assim, eles tem acesso ao embrião das sementes.

    quinta-feira, 29 de setembro de 2011

    BOA NOITE A TODOS!

    Pela oração nossa mente se ilumina, nossa sabedoria se torna outra, a maneira que decidimos o caminho é outro e todos ao redor percebem essa diferença. Confie em Deus, pois Ele não vai falhar e não vai abandoná-lo. 

    Como comprar e preparar ovos para evitar contaminação


    Saiba como comprar e preparar ovos para evitar contaminaçãoEducação sobre os ovos
    Ações educativas para a população sobre as práticas na compra e preparo de ovos podem ser a melhor solução para a diminuição dos surtos alimentares causados pela Salmonella.
    Desde 1999, dados do Ministério da Saúde apontam esta bactéria como a principal causadora de surtos de contaminação alimentar no Brasil.
    Os ovos contaminados, ou alimentos preparados à base de ovos, crus ou mal cozidos, são as principais causas dessas ocorrências.
    Como comprar e manusear ovos
    Segundo a nutricionista Daniele Leal, da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq) da USP, os consumidores devem escolher o produto mais fresco, o que deve ser verificado observando-se a data de validade.
    Devem ser recusados os ovos quebrados, rachados, com trincas ou sujos.
    "Depois de comprados, os ovos devem ser retirados da embalagem e colocados em uma embalagem de plástico com tampa e armazenados dentro da geladeira.
    "Antes de usar, eles devem ser lavados com água corrente e, após a manipulação, as mãos e utensílios que tiveram contato com os ovos devem ser lavados com água e sabão", explica a pesquisadora.
    Ela ressalta ainda que os ovos não podem ser consumidos crus ou mal cozidos.
    "Vale lembrar também que o tempo de cozimento do ovo inteiro deve ser de sete minutos após o início da fervura. Para outras preparações, as gemas e claras devem estar coaguladas", afirma.
    Contaminação dos ovos
    A contaminação dos ovos por Salmonella ocorre por duas origens; durante a fase de formação e postura do ovo ou devido à manipulação e/ou armazenamento inadequado pelos produtores, comerciantes e consumidores.
    "É necessário que haja adequação das práticas adotadas durante a compra, armazenamento, manipulação e preparo seguro de ovos no domicílio para a diminuição do risco de infecção por Salmonella", orienta a nutricionista.
    Na parte do preparo e consumo, o maior risco identificado pela pesquisadora foi o consumo do ovo frito com gema mole, seguido por suflês, musses e coberturas de bolos preparados com ovos crus.
    Infecção alimentar
    Durante a pesquisa, Daniele verificou que 61,3% dos entrevistados já tiveram sintomas relacionados à infecção alimentar causada por ovos.
    Problemas como febre, diarreia, dor de estômago e náuseas foram associados com algum alimento consumido.
    A média de consumo mensal de ovos relatada pelos entrevistados foi de 4,55 ovos por mês.

    Acordo com grevistas pode sair nesta 5ª, diz presidente dos Correios


    O presidente dos Correios, Wagner Pinheiro, disse que a empresa espera entrar em acordo para que a greve de seus funcionários termine ainda nesta quinta-feira (29). A paralisação começou no dia 14 de setembro.
    Representantes da empresa e da Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios, Telégrafos e Similares (Fentect), começaram nova reunião no início desta tarde após protesto dos grevistas que impediu a entrada de funcionários na sede dos Correios, em Brasília.
    “A expectativa da empresa é que a greve acabe o quanto antes. É uma greve parcial, que tem a adesão de 23% dos funcionários”, disse Pinheiro durante entrevista no Ministério das Comunicações.
    De acordo com o ele, o total de entregas atrasadas por conta da paralisação equivale hoje a cerca de quatro dias de trabalho. Para normalizar a entrega, a ideia é que os trabalhadores façam horas extras e também mutirões neste e no próximo final de semana.
    Segundo o ministro, os Correios terão que descontar pelo menos seis dias dos trabalhadores e ofereceu, na reunião desta quarta-feira, fazer esse desconto de maneira parcelada . O restante dos dias, disse o ministro, poderia ser compensado com horas extras para regularizar as entregas atrasadas.
    Bernardo afirmou que a Fentect aceitou a proposta da empresa de aumento real de R$ 80, a ser pago a partir de janeiro, além de um abono de R$ 500 que seria pago agora.

    Traído, marido arranca coração de esposa e come frito


    Não foi no óleo nem no azeite. Após assassinar a própria esposa, Patricia Vicente da Silva, o desempregado José Jorge da Silva, retirou os órgãos do corpo da vítima e levou o coração até um bar, onde pediu para o cozinheiro fritar na manteiga, e comeu acompanhado de uma cervejinha.
    Marido confessou crime
    Marido confessou crime
    O crime bárbaro, que chocou a cidade de Arapiraca, em Alagoas, foi cometido no final de 2010, e teve desfecho nesta semana, quando o assassino foi preso no município de Carmópolis, em Sergipe, e confessou friamente, para a surpresa geral.
    "Ele foi preso aqui após tentar roubar um taxista e, ao levantarmos a ficha, descobrimos que ele era procurado em Arapiraca por esse crime.
    O que surpreendeu foi a calma com que ele confessou tudo, com detalhes. Em nenhum momento ele demonstrou sinal de arrependimento", disse o delegado de Carmópolis, Lênio Augusto.
    E o arrependimento não faz mesmo parte do vocabulário do assassino, que planejou o crime ao suspeitar de uma traição e o contou detalhadamente.
    "Foi só uma furada no estômago. Ela ficou se batendo um minuto e morreu. Eu cortei ela até o umbigo, tirei os órgãos e só guardei o coração e levei comigo. Depois, peguei uma van até Palmeira dos Índios e pedi para um cara de um bar fritar e comi como tira-gosto com cerveja. Comi mesmo", disse.
    Fonte: Meia Hora

    Prefeitura de Monteiro abre concurso para Agentes Comunitários de Saúde e Endemias


    A Prefeitura Municipal de Monteiro abriu concurso público para vagas nas áreas de saúde direcionada as funções de: Agente Comunitário de Saúde e Agente de Combate às Endemias.

    O edital poderá ser encontrado através do site http://www.famw.com.br/ e as inscrições poderão ser realizadas no Clube Municipal Alexandre da Silva Brito, no horário das 08h00 às 12h00 e das 13h00 às 17h00.

    Midia10

    Greve dos bancários completa três dias com 98% das agências do Estado paradas


    Greve dos bancários completa três dias com 98% das agências do Estado paradasA greve dos bancários completa três dias hoje (29) com 98 por cento das agências do Estado paradas, conforme estatítica do Sindicato da categoria.

    A mobilização atinge cem por cento das agências nas grandes cidades, como João Pessoa, Campina Grande, Patos, Sousa e Cajazeiras. Somente algumas agência do Interior é que ainda continuam atendendo a população.

    Apesar da paralisação, a maioria dos serviços bancários estão sendo feitos através dos caixas eletrônicos, como saques, transferências, pagamentos, entre outros. Somente os serviços feitos na chamada 'boca do caixa' é que estão parados.

    Os representantes do movimento estão aguardando a abertura das negociações. Em todo o Pais, são mais de seis mil agências que estão paradas.

    O secretário-geral do Sindicato dos Bancários, Marcelo Alves, disse que a Federação Brasileira dos Bancos - Febraban ainda não apresentou contraproposta.

    Ele informou que na sexta-feira (23) a Febraban apresentou uma proposta de reajuste salarial de 8 por cento, mas os bancários recusaram e pediram um aumento de 12,8 por cento.

    Como não houve contraproposta a greve foi deflagrada na última terça-feira (27).

    Além do reajuste salarial, os bancários estão pedindo a contratação de mais funcionários, para melhorar o atendimento dos usuários; mais segurança nas agências, participação nos lucros e diminuição das tarifas cobradas aos usuários.


    Com Portal Correio

    Homem que caiu da estátua de Frei Damião morreu na madrugada de hoje

    Morreu na madrugada de hoje, (29) o jovem Frederico Barbosa Silveira, 29 anos, por consequências de uma queda sofrida na manhã de ontem, da estátua do memorial de Frei Damião, em Guarabira.

    Frederico deu entrada no Hospital de Trauma, com várias fraturas pelo corpo e em estado gravíssimo, conforme relatorio do boletim oficial do Trauma.

    Aos bombeiros que fizeram o atendimento de urgência ao paciente, ele disse que caiu acidentalmente. Frederico é baiano, mas morava em Guarabira, no centro da cidade. Ele era formado na área de economia.

    Portal Midia

    Índios ocupam três fazendas em Rio Tinto; produtores estão impedidos de entrar nas propriedades

    Os donos das fazendas Sucupira, Piraqué e Miranda, todas localizadas no município de Rio Tinto, estão impedidos de entrar em suas propriedades e de colher a produção de cana de açúcar. As fazendas foram invadidas por índios desde o dia 25 de agosto.

    Nem mesmo o mandato de reintegração de posse, expedido há mais de 15 dias pelo juiz da comarca de Rio Tinto, Adeilson Nunes de Melo, foi capaz de devolver a propriedade aos seus donos. A Associação dos Plantadores de Cana da Paraíba (Asplan), através de sua diretoria, clama às autoridades competentes uma solução urgente para o problema que está trazendo prejuízos incalculáveis e que pode comprometer a produção de cerca de 25 mil toneladas de cana que já deveriam estar sendo colhidas e que ainda se encontram nos campos. Esse montante equivale a produção das três propriedades invadidas.

    De acordo com o presidente da Asplan, Raimundo Nonato, os produtores canavieiros paraibanos vivem um momento de muita aflição.

    “É preciso que as autoridades tomem medidas urgentes para impedir que movimentos como esse se disseminem no Estado e assegurem respaldados, inclusive, no mandato de reintegração de posse, que as propriedades invadidas voltem para seus donos o mais rápido possível para evitar maiores prejuízos e conflitos”, argumenta Nonato, lamentando essa situação, na expectativa de que as autoridades do Estado façam com que a lei seja cumprida urgentemente.

    Segundo o proprietário da fazenda Sucupira, Carlos Heim, desde o dia 25 de agosto, data da invasão, que ele está impedido de ter acesso às dependências de sua fazenda.

    “Cercaram a fazenda com arame, não nos deixam entrar, impedem nossos trabalhadores de exercerem suas funções e, consequentemente, não podemos colher nossa produção num momento de plena safra canavieira”, desabafa o produtor, lembrando que o mandato de reintegração de posse foi expedido há mais de 15 dias e até agora nada foi feito para que os invasores cumpram o que determina a Justiça que é a desocupação imediata da propriedade.

    “Além de cometerem um ato ilegal, essas pessoas, muitas delas pseudo-indígenas, ainda desrespeitam a lei sem o menor constrangimento”, argumenta Carlos Heim.

    Ainda segundo Carlos Heim a alegação dos invasores de que as propriedades ocupam uma área que seria destinada a reserva indígena, não tem respaldo legal, já que não existe nenhum decreto presidencial que balize essa argumentação.

    “Na realidade, falta vontade política de resolver o problema, porque ninguém quer se envolver com índios, mesmo eles estando totalmente errados e fora da lei. E ai como ficam os produtores que vivem do que plantam e colhem numa situação dessa?”, questiona Carlos Heim.

    As outras duas fazendas invadidas em Rio Tinto, a Piraqué e a Miranda, que também produzem cana de açúcar, pertencem ao produtor canavieiro Flávio Brandão e aos acionistas da Usina Miriri, respectivamente.

    Assessoria